O que é Intradermoterapia? – Lari Campos

O que é Intradermoterapia?

Mais popularmente conhecida como “aplicação de ‘enzimas'”, esta técnica é muito versátil, podendo ser utilizada para gordura localizada, flacidez, alopécia androgenética, estrias, aumento de massa magra, celulite, manchas, além de complementar no tratamento de síndrome metabólica.

Consiste em escolher ativos estéreis específicos que aumentam metabolismo, nutrem estruturas específicas como cabelos ou o organismo como um todo, ajudam na quebra de células de gordura, dão suporte para melhor funcionamento de órgãos envolvidos no metabolismo, entre várias outras funções. E pode ser associada a outros recursos injetáveis, orais e eletroterápicos.

Devido à complexidade da escolha de ativos é muito importante que a consulta seja detalhada, feita por profissionais que conhecem muito bem os ativos e entendem a relação com a individualidade de cada cliente. Inclusive é desejável que sejam levados para esta consulta exames recentes para podermos entender melhor seu estado de saúde, e assim fazer uma indicação assertiva e que não cause danos à sua saúde.

Então vem a pergunta que não quer calar: “E aí, dói?” Depende! Da sensibilidade, do tipo de aplicação, do estado do tecido (as vezes existe inflamação associada por exemplo) e da região. Em alguns casos, pode ser utilizado anestésico antes da aplicação para diminuir o desconforto. Dependendo da viscosidade da “mescla” e do tipo de aplicação também pode ser utilizada uma agulha mais fina, e a aplicação pode ser associada a dispositivos que também “distraem o cérebro” sensorialmente.

O número de sessões varia de acordo com as particularidades do cliente e da área a ser tratada e a aplicação leva de 30 minutos a 1 hora em média. Para se obter um resultado mais duradouro, indica-se um tratamento de pelo menos 3 meses.

O que é Intradermoterapia?
Tagged on:                         

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *